...o meu "sketchbook"... o meu bloco de notas... o meu eu...

14
Fev 09
Ano 2200. 
Tudo é maquinado;
Poucos humanos existem
E os que existem, são passados…
 
Em escavações recentes
Descobriu-se um artefacto.
Coisa redonda reluzente
Que é velha, é um facto.
 
Depois de estudos tecnológicos
Novas informações do achado:
A coisa redonda e furada
Era um DVD, meio riscado.
 
Com sucesso, reproduziram-no,
Com a ajuda antiguidades.
Surpresa foi quando viram
A maior das estranhidades:
 
No ecrã futurista se viam
Dois humanos abraçados,
Estranho era que se beijavam
E estavam bem enrolados.
 
“Que escândalo”, disseram uns,
“Que nojo”, outros diziam,
“Interessante” proclamavam terceiros,
Não acreditavam no que viam.
 
A atracção era visível,
Assim como afecto e carinho.
Dois seres, desejando-se,
Deixaram o grupo parvinho.
 
Logo se empenharam em descobrir
O que era aquele fenómeno platónico:
Seria físico, ou seria químico?
Matemático talvez, ou talvez electrónico?
 
Em grupos se separaram
Conforme sua especialidade;
Cada um para seu canto
Procurando descobrir a verdade.
 
Os químicos juntavam reagentes,
Coisas coloridas e malcheirosas.
Queriam arranjar uma solução
Que reproduzisse tais atracções harmoniosas.
 
Electrónicos construíam circuitos
E trabalhavam sem atraso:
Defendiam que com energia
Descobriam a solução do caso.
 
Os físicos dedicaram-se às forças,
Aplicando a Lei da Atracção.
Nada de novo conseguiram
Tirando uma grande confusão
 
Matemáticos criaram fórmulas
Estudaram funções e trigonometria.
Com variáveis, fizeram gráficos,
Mas nada das contas surgia.
 
Sem soluções à vista
Fizeram uma extensa reunião.
Debateram sobre a problemática
E chegaram à conclusão:
 
Não era fenómeno eléctrónico,
Muito menos fenómeno físico.
Fenómeno matemático não era,
Nem era fenómeno químico.
 
Recorrendo a antigos relatos
Acharam o possível causador:
Descreveram-no como sendo indescritível,
Aquilo que era o Amor.
 
 
 
 
Bem, se ja deram uma vista de olhos no blog, reparam que não sou muito adepto de quadras, acho-as um pouco monótonas e standartizadas, mas desta vez deixei-me levar e penso que saiu uma coisa engraçada...pelo menos, foi mais ou menos esta ideia que eu queria transmitir. ;)
By... PalavraPuxaPalavra às 10:32
I am...:
para ler ouvindo: Where is the Love - Black Eyed Peas

comentário...:
Está tão querido! É que é mesmo a palavra mais correcta: "querido"! E não muito longe da verdade: com o materialismo crescente de dias como este, dos "Namorados" cada vez mais se vai perdendo a verdadeira noção do amor...

Ah, e o WALL.E é o melhor filme de sempre ^^
Bolacha a 15 de Fevereiro de 2009 às 10:06

quantos cá passaram...
track visits
Game Rental Services
quantos cá passaram...
track visits
Game Rental Services
Ouvir e Ler....


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

palavras passadas
procurar neste bloco
 
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28