...o meu "sketchbook"... o meu bloco de notas... o meu eu...

06
Out 09

No  início, não havia nada. 

      Depois, surgiram dois homens das cavernas que vendiam ovelhas: apresento-vos o Trog Lódita e o Preisto Rico. 

  

 

     Toda a sua convivência era pacífica e fraterna: cada um vendia um tipo de ovelhas que tinham diferentes qualidades das do outro vendedor e assim cada comprador escolhia a que mais lhe convinha, conforme as suas necessidades. Vendiam os belos animais lado a lado, sempre mantendo uma amizade reforçada pelo negócio que tinha crescido com o tempo. Toda a povoação os conhecia como homens honestos e recorria frequentemente ao seu negócio. Mas isso estava prestes a mudar…

 

     Certo dia apareceu uma cliente de idade, a D.ª Mácomoá Xcobras e, com um olhar malicioso, fez a seguinte questão:"-Então meus rapazes, poder-me-ão indicar qual do tipo de ovelhas o melhor?". E nisto, fez se um silêncio milenar. Ambos matutavam com os seus dois neurónios a carvão, para encontrarem resposta a tão difícil questão. Neste impasse, e enquanto a idosa regozijava com os seus botões o sucesso da dúvida que lhes lançara, ele olharam um para o outro, olhos nos olhos, cerraram os dentes, e no mesmo compasso disseram: "A minha ovelha é a melhor!". Incrédulos com a hostilidade instalada, começaram a disparar: "Veja, D.ª Mácomoá, a qualidade da lã que a minha ovelha produz!", dizia Trog, enquanto que Preisto atropelava: "Cara Xcobras, espere até provar a carne tenra e suculenta da minha ovelhita!". Entre isto, deixando os dois homens a discutir, a senhora sai sorrateira.

 

     No dia seguinte, Trog, traz as suas ovelhas muito bem tratas, com uma lã penteada, lustrosa e sedosa. Gritava em plenos pulmões que se as suas ovelhas eram de linhagens que cruzavam desde bichos-da-seda a crocodilos, e que as suas peles eram o supra-sumo das peles no planeta. Olhando de esgueira o seu adversário, Preisto massajava um dos seus exemplares, pregando aos quatro ventos que o seu gado era alvo de mordomias dignas de príncipes, para que no prato servisse os reis. A população aproximava-se e ouvia os dois homens possuídos a dispararem as frases apelativas.

 

     O tempo foi passando, e as tácticas de venda evoluindo. O contrário não se verificava com as mentalidades da povoação, que regrediam e sujeitavam-se ao jogo dos vendedores: o que convencia mais, vendia mais. Foram tornando o negócio numa batalha: enquanto que Trog acendia tochas com seu nome, Presto punha ovelhas a fazer o pino e outras proezas nunca antes vistas; Trog dava pequenas amostras de lã à porta do estábulo e Presto entregava pedras com inscrições de um lema que ficava na cabeça dos inocentes homens ancestrais. Presto chegou certa vez a oferecer 1 na compra de 2 cabeças de gado, mas Trog não lhe ficou atrás e oferecia um conjunto de instrumentos de tratamento de pêlo para cada animal adquirido. Chegaram ao ponto de enumerarem caracteristicas que os pobres mamiferos não possuiam, vejam lá!!!

 

     Num ímpeto de desespero, Trog subiu a um penedo, adoptou uma postura de confiaça e começou a cantar "Sei que estou sozinho, contei uma piada e ninguém…"….

 

Desde então, a vida não mais voltou ao mesmo...

By... PalavraPuxaPalavra às 21:22
I am...: crítico, cansado
para ler ouvindo: tudo menos a publicidade da Trinaranjus!!

6 comentários...:
Nem sei o que dizer!

Mas por isso mesmo vou dizer algo que soe bem e dignifique (mais uma vez) o teu trabalho e outra meio oca e estúpida para lançar alguma lenha na Área de... digo na fogueira :D (não por esta ordem)

Então, tu começas com os homenzinhos muito honestos e nobres na idade do pedregulho?
Há umas littles incoerência histórico-psicológicas:
a) Os homenzinhos raramente comunicavam entre si com linguagem falada, visto o tweeter ter entrado em voga nessa altura.
O lema era: " Tweets only. No spoken words allowed"
b) As ovelhas ainda não tinham sido inventadas pela Goddess Pêne!
E (se possível) PIOR que isto tudo é o teu pretenso tom de ironia em relação às técnicas de marketing dos nowadays. Não percebo como podes não gostar de publicidade e do consumismo inerente?
Não só é bom como é Óptimo! Tipo único e "fascinante" mais ou menos como a probabilidade independente... juntam isto, tiram aquilo e «trana na na na na la la pa pa pum»: já está explicado.
Voltando ao Céu... digo, ao Marketing, é um dos alicerces da nossa sociedade.

A sério boy, pensava que sabias isso.

Juntamente com os Bifidus, os L.'s, os Caseis e os Imunitases estes nossos Deuses dos dias modernos são aquilo que dão estabilidade e um sentido às nossas vidas.

Ora diz-me lá: acordas todo o santo dia e o Streesanás que de pressas não se queixa anda à coca de miudagem como tu que têm os sistemas imunológicos - a.k.a intestino* - totalmente desprovidos de ultra-mega-hiper-ri-protecção.

Mas, felizmente o Deusanone (casado com a Pêne Bolhinhas Saciantes) não permite que o mal se espalhe sob os seus crentes e logo espalha a sua onda imunológica sob as nossas pilosidades intestinais.

Resuming and Concluding: Actimel = O Elixir dos Deuses (ou será simples leite que passou pelo processo de fermentação láctea)


- -'

"...enquanto que Trog acendia tochas com seu nome, Presto punha ovelhas a fazer o pino e outras proezas nunca antes vistas..." A-DOREI :D :D

Fazes-me rir mesmo fora das aulas de Biologia, pute, xD
PS: adorei os nicknames dos protagonistas 'Buga Buga' ;P

*é só uma das barreiras do sistema imunológico.
David Canário a 9 de Outubro de 2009 às 20:03

Bem, congratulo-te pela sinceridade!!
Imaginem lá que ele estava a ser irónico e sacástico?? Que mau que seira, não é? Sinceridade acima de tudo!!
Muito bem posta essa do Tweeter, desculpe lá essa falha, Drº. Incré Dúlo
MAs gosto do contexto sócio-mitológico apresentado... Vou apoiar a sua tese

Thanks
;)
The "I Love Marketing" Boy

Pois fazes muito bem em apoiar ,D

Nem esperava outra coisa de ti xD


mas fora de brincadeiras... esta coisa de sermos constantemente bombardeados com publicidade desonesta é um preço muito caro que temos de pagar pelo consumismo que por si só já nem é muto bom.
Pior que isso é aquela sensação de revolta quando te apercebes que nao compaste um produto mas sim um ordenado bem recheado para os indivíduos simpáticos que te manipularam - os colegas do marketing que, em conjunto com psicólogos e técnicas muito (leia-se 'muuuuuito') engenhosas e manhosas. Apesar destas balelas serem todas muito batidas a verdade é que aquilo parece infalível.
Porque na hora de abrir os cordões à bolsa nunca vemos ninguém hesitar entre um produto bem publicitado e um sem rótulos coloridos e ponposos cheios de “0%” e vazios de “aditivos...”. A luta é mais entre marcas.

Um apelo/um acho que temos de nos disciplinar mais e aprender a dizer não a essas armadilhas capitalistas.....!! Demos prioridade ao tradicional e ao local. Ao fresh and home-made, se possível.

Oh Jerónimo dos Santos Lenin onde pairas tu?!
xD

Epa! Esta faceta de comuna nem eu sabia que a tinha hihiihi

Também não vamos radicalizar... gosto muito de ir às compras e admito-o sem vergonha xD

Mas sem que me espetem o rótulo de ignorante na testa (ou seja onde for), ok?
Obgd, volte sempre!
(o mesmo) David a 10 de Outubro de 2009 às 02:03

Obrigado eu pela participação activa no blog (e não só, hehe)...
O consumismo enfiou-nos numa trela e leva-nos a passear onde bem quer, por mãos às quais inocentemente chamamos "Enterprises"...
Hasta Segunda ;)

(: adorei simplesmente este texto, está absolutamente fascinante, porque é tão real... a necessidade constante de ser MELHOR que os outros. No fundo somos todos uma merda, é essa a minha conclusão para isto tudo.
Leonor a 3 de Janeiro de 2010 às 17:39

Gostei dos teus textos e vou andar de olho :)
Parabéns e já reparei (num post mais para trás) que podes vir a publicar qq coisa. Espero que tenhas essa sorte :)
Fausto a 18 de Janeiro de 2010 às 11:53

quantos cá passaram...
track visits
Game Rental Services
quantos cá passaram...
track visits
Game Rental Services
Ouvir e Ler....


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

Vejam, sou eu!
palavras passadas
procurar neste bloco
 
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31